Saúde

A busca por medicamentos via Justiça em discussão

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

São frequentes os casos de pacientes que recorrem à Justiça para garantir o fornecimento de medicamentos pelo Estado. Visando nortear gestores, profissionais da área, magistrados e a comunidade em geral a Gerência Regional de Saúde promove nesta terça-feira o primeiro Seminário de Assistência Farmacêutica e Judicialização da Saúde.

“A região tem uma demanda judicial marcante e crescente”, confirma o gerente regional de Saúde, Fernando de Fáveri. “Será uma oportunidade para expandir conhecimentos e apanhar o contexto atual”, frisa. Os valores investidos pela Secretaria de Estado da Saúde, os volumes de medicamentos e a quantidade de pacientes atendidos também estarão em realce.

Entre os profissionais da saúde envolvidos no seminário constam a diretora de Assistência Farmacêutica do Estado, Maria Teresa Bertoldi Agostini, e a farmacêutica de Pomerode, Lígia Hoepfner. “Elas ministrarão uma palestra que relacionará experiências que deram e dão certo”, salienta o gerente regional. O tema será “Organização da Assistência Farmacêutica do SUS: Perspectivas e Experiências Exitosas”.

A abordagem jurídica também terá espaço. O procurador do Estado e consultor jurídico da secretaria de Estado da Saúde, Daniel Cardoso, ministrará a palestra “Panorama da Judicialização da Saúde no Estado de Santa Catarina”. Encerrando a programação, o juiz da 2ª Vara Federal com competência em Juizado Especial Federal Cívil e Previdenciário, Gustavo Pedroso Severo, vai abordar o tema “Direito a Saúde e as responsabilidades do Poder Público”. O seminário ocorre das 13 às 18h na Sociedade Recreativa Mampituba.

(Colaboração: Paula Darós Darolt / ADR Criciúma)